Início Música Zum Zum Zum, Pega no Copo

Zum Zum Zum, Pega no Copo

Os anos 60 são caracterizados por uma forte emigração portuguesa para a Europa, não só para trabalhar, mas, também, para fugir à guerra colonial.

747
0
Zum Zum Zum, Pega no Copo
Zum Zum Zum, Pega no Copo

Zum Zum Zum, Pega no Copo Vídeo de: Jose Santos

Bem-vinda(o) ao “1001 Top Vídeos”! Os melhores vídeos de Portugal!

Português Emigrante, anos 60

Os anos 60 e início dos anos 70 são caracterizados por uma forte emigração portuguesa para a Europa, não só para trabalhar, mas, também, para fugir à guerra colonial.

os países mais afetados pela II Guerra Mundial (França, Alemanha, Reino Unido, etc,) procuram iniciar a reconstrução das suas economias. Assim necessitavam de muita mão de obra o que levou a começar a atrair a população Portuguesa.

Causas da emigração portuguesa nas décadas de 60 e 70

– O atraso económico do nosso país e os baixos salários praticados;

– O regime ditatorial que durante 48 anos vigorou em Portugal;

– A guerra colonial, que levava a que muitos jovens procurassem fugir ao serviço militar;

– A insuficiência de recursos de Portugal e o baixo nível de vida da população;

– O relatos de sucesso de muitos emigrantes, que serviam de atrativo para os familiares e amigos.

Entre 1958 e 1974, cerca de um milhão de portugueses instalam-se em França, dispostos a trabalharem em tudo o que lhes apareça. As formas brutais da sua exploração  começam em Portugal, com as redes que os transportam até à fronteira, e não raro os abandonam pelo caminho.

Muitos portugueses morrem neste percurso. Em França são vítimas de todo o tipo de discriminações no trabalho, no alojamento e nas mais pequenas coisas do dia a dia, uma humilhação que a custo suportam. Muitos poucos esperam enriquecer, mas todos esperam  conseguirem uma vida mais digna que lhes é recusada na própria terra.

Trata-se de uma verdadeira vaga, em grande parte clandestina, contra a qual todas as leis se revelam ineficazes. Em poucos anos despovoam-se regiões inteiras abrindo-se profundas rupturas na suas estruturas económicas, sociais e culturais. Nada voltará a ser como dantes!
_

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.