Início Viagens e Lugares VILA REAL, que terra maravilhosa

VILA REAL, que terra maravilhosa

Crescida num planalto situado na confluência dos rios Corgo e Cabril, a cidade de Vila Real está enquadrada numa bela paisagem natural, tendo como pano de fundo as serras do Alvão e do Marão. São vários os pontos de interesse que esta cidade tem para oferecer dada a riqueza do seu património.

1951
0
PARTILHE
VILA REAL
VILA REAL

Bem-vinda(o) ao “1001 Top Vídeos”! Os melhores vídeos de Portugal!

VILA REAL, que terra maravilhosa Vídeo de: 360portugal | Fotografia e video aéreo, visitas virtuais 360º de Portugal

Vila Real

Situada no alto dum promontório, Vila Real conserva um casario aristocrático com casas armoriadas, janelas manuelinas e varandas tradicionais em ferro forjado.

É uma cidade antiga, situada junto à confluência dos rios Corgo e Cabril, enquadrada pelas Serras do Alvão e do Marão a oeste, e pela Serra de Montemuro, a sul. Cidade interior, tem uma avenida marginal sobre uma profunda ravina onde corre o rio Corgo.

A Av. Carvalho Araújo, debruada por passeios de calçada portuguesa, atravessa a cidade e é rematada num dos topos pelo edifício dos Paços do Concelho, do séc. XIX. Mais à frente fica a Sé, gótica, e em frente, numa casa quinhentista com janelas manuelinas, está hoje instalado o Posto de Turismo.

Prosseguindo o passeio entre a avenida Carvalho Araújo e a avenida Marginal por entre casas senhoriais e ruas comerciais, encontra-se a parte mais viva e característica de Vila Real. Aqui ficam a Igreja da Misericórdia e a Igreja dos Clérigos, esta uma obra-prima do arquiteto italiano Nicolau Nasoni. No passeio vale a pena observar as varandas decoradas com grades de ferro e janelas emolduradas de granito, que formam uma galeria de arquitetura civil genuinamente portuguesa.

Nos arredores de Vila Real fica o Palácio de Mateus, uma das jóias do barroco português, da autoria de Nicolau Nasoni. Rodeado de jardins, este palácio, de visita obrigatória, ostenta tetos em madeira trabalhada, mobiliário, pintura e objetos de diferentes épocas, sendo de referir uma notável edição de “Os Lusíadas”. É um centro de dinamização cultural, organizando festivais, cursos, seminários e exposições.

Em sentido oposto à Casa de Mateus fica o Parque Natural do Alvão, com pequenas aldeias tradicionais, como Lamas de Olo ou Ermelo e as quedas de água das Fisgas de Ermelo. Para sul, passando pelo bonito vale da Campeã, chega-se à Serra do Marão, onde pastam cabras e vacas de raça maronesa. São locais de natureza privilegiada, onde se encontram paisagens de grande beleza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here