Início Natureza Pitões das Júnias, um encanto nas alturas

Pitões das Júnias, um encanto nas alturas

A 1200 metros de altitude, com as fragas e picos do Gerês a poente e noroeste, e o planalto da Mourela a nascente e nordeste, Pitões das Júnias é uma das aldeias mais visitadas do concelho de Montalegre.

865
0
PARTILHE
Pitões das Júnias, um encanto nas alturas
Pitões das Júnias, um encanto nas alturas

Bem-vinda(o) ao “1001 Top Vídeos”! Os melhores vídeos de Portugal!

Pitões das Júnias, um encanto nas alturas Vídeo de: 360portugal | Fotografia e video aéreo, visitas virtuais 360º de Portugal

Pitões das Júnias

Pitões das Júnias é uma das aldeias mais visitadas do concelho de Montalegre.

A 1200 metros de altitude, com as fragas e picos do Gerês a poente e noroeste, e o planalto da Mourela a nascente e nordeste, Pitões das Júnias é uma das aldeias mais visitadas do concelho de Montalegre. Além da fauna e da flora riquíssima, oferece outros pretextos para um passeio, concentrados no percurso pedestre de quatro quilómetros – percorridos em cerca de 1h30 – entre o cemitério e o centro da aldeia. E perpetua tradições que não se encontram em mais nenhum local.

Mosteiro de Santa Maria das Júnias

É o estabelecimento cisterciense mais isolado, implantado num vale rodeado de cumes montanhosos, junto da fronteira com a Galiza. Para lá chegar, terá de ir a pé a partir da aldeia de Pitões das Júnias, mas a magia única do local compensa o esforço.

É difícil imaginar que abrigou uma vida monástica desde o séc. IX. A incorporação na Ordem de Cister ocorreu no séc. XIII, não se sabendo ao certo se a Casa-mãe seria Santa Maria do Bouro ou o Mosteiro de Santa Maria de Oseira, situado na Galiza, cujo brasão se vê no portal de acesso às dependências monásticas. O que resta do conjunto situa-se junto a um ribeiro.

O último monge de Cister tornou-se o pároco da aldeia de Pitões das Júnias, em 1834, data da extinção das Ordens Religiosas em Portugal.

Como curiosidade histórica refira-se que D. Pedro de Pitões, um dos principais impulsionadores da conquista de Lisboa aos mouros, no ano de 1147, foi ordenado bispo do Porto neste mosteiro.

Mais vistos da semana

Mais recentes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here