Início Regressar às Origens Olisipo: Lisboa no tempo dos romanos

Olisipo: Lisboa no tempo dos romanos

Uma importante descoberta arqueológica efetuada na Praça D. Luís I, em Lisboa, é o ponto de partida para uma viagem pelo antigo porto Romano de Olisipo.

4019
0
Olisipo: Lisboa no tempo dos romanos
Olisipo: Lisboa no tempo dos romanos

Olisipo: Lisboa no tempo dos romanos Vídeo de: Time Land Films

Bem-vinda(o) ao “1001 Top Vídeos”! Os melhores vídeos de Portugal!

Olisipo

Descobertas arqueológicas feitas na Praça D. Luís I em Lisboa permitiram reconstruir a cidade durante a época romana. O documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo” criou as imagens em 3D.

Olisipo era uma das mais importantes cidades da Lusitânia romana mas não era a sua capital. Hoje Olisipo é Lisboa e a Lusitânia chama-se Portugal.

Durante a construção de um parque de estacionamento na Praça D. Luís I na zona ribeirinha lisboeta, foi feita uma importante descoberta arqueológica que permitiu saber que este local era uma baía onde os navios romanos ancoravam para o trânsito de cargas, mercadorias e passageiros, desvendando assim um fundeadouro datado de entre o século I a.C e o século V d.C.

Esta descoberta permitiu também perceber a importância deste porto no Império romano e em toda a região atlântica, já que  chegavam navios de todas as partes do Mediterrâneo. E com estes dados foi realizado o documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo”, criando imagens em 3D que retratam aquilo que seria a cidade de Lisboa na época romana.

Lisboa

Lisboa é a capital de Portugal e polo duma região multifacetada que apela a diferentes gostos e sentidos. Tem menos de 600 Mil habitantes e constitui um ninho de História e Cultura e celebra o cruzamento de povos. Lisboa é também capital de distrito e Área Metropolitana.

Numa cidade que foi recebendo muitas e diferentes culturas vindas de longínquas paragens ao longo do tempo, ainda hoje se sente um respirar de aldeia em cada bairro histórico. Podemos percorrer a quadrícula de ruas da Baixa pombalina que se abre ao Tejo na Praça do Comércio e, seguindo o rio, conhecer alguns dos lugares mais bonitos da cidade: a zona monumental de Belém com monumentos do Património Mundial, bairros medievais, e também zonas de lazer mais recentes ou contemporâneas, como o Parque das Nações ou as Docas.

Continuando junto à foz do rio vamos perceber porque se diz que Lisboa é o centro dum vasto resort. Pela estrada marginal vamos conhecer praias e estâncias balneares que combinam villas e hotéis do início do séc. XX com marinas, esplanadas e modernos equipamentos desportivos, com particular destaque para o golfe e a náutica de recreio. Seguindo a costa vamos encontrar spots de surf de renome mundial, mas também os palácios espalhados pela paisagem cultural de Sintra, Património Mundial.

Tanto a norte como o a sul da capital, a grande variedade de paisagens e património fica sempre a curta distância. Com praias, parques naturais, percursos culturais e alojamento para todos os gostos, é difícil escapar à região de Lisboa numa visita a Portugal.

O fado é mais uma expressão portuguesa também elevada a Património Mundial. Por isso, jantar numa casa de fados será outra experiência a não perder. E depois ainda nos juntamos em animados bares e discotecas, onde festejamos com um copo a chegada de quem nos visita.
_

Mais vistos da semana

Mais recentes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.