Início Natureza Loucura? Por cima das ondas da Nazaré

Loucura? Por cima das ondas da Nazaré

Loucura? Por cima das ondas da Nazaré Slackliners testaram as ondas. Grupo andou sob um cabo de aço entre a Pedra do Guilhim e o penhasco da Praia do Norte.

1410
0
Loucura? Por cima das ondas da Nazaré
Loucura? Por cima das ondas da Nazaré

Loucura? Por cima das ondas da Nazaré Vídeo de: Máquina Voadora

Bem-vinda(o) ao “1001 Top Vídeos”! Os melhores vídeos de Portugal!

Por cima das ondas da Nazaré

Slackliners testaram as ondas da Praia do Norte. Grupo andou sob um cabo de aço entre a Pedra do Guilhim e o penhasco da Praia do Norte

Emerson Carvalho, um conhecido slackliner, andou sob um cabo de aço entre a Pedro do Guilhim e o penhasco da Praia do Norte, na Nazaré. Para muitos poderia ser apenas uma ousadia, mas para o brasileiro o slacklining, um desporto de equilíbrio, é já um modo de vida.

Juntamente com os amigos do grupo Wester Riders, o brasileiro andou de pé sobre o cabo de aço durante uma boa dezena de metros, mas depois acabou por ser derrubado por uma onda. Um perigo, dizem muitos, mas Emerson Carvalho diz que estava tudo calculado.

“É um risco calculado, não somos tão doidos como à primeira vista parece. Na verdade, é tudo planeado ao mais pequeno detalhe”, disse.

Nazaré

A praia da Nazaré, de clima ameno e com uma beleza natural, tem das mais antigas tradições de Portugal ligadas às artes da pesca.

Considerada por muitos como a mais típica praia de Portugal, encanta o visitante pela sua beleza natural.

O clima ameno, as gentes simpáticas e hospitaleiras, uma luz magnífica, as tradições e artes de pesca fizeram da Nazaré musa de pintores e artistas, celebrada em todo o mundo.

A formosa enseada nazarena é protegida e abrigada pelo seu majestoso promontório, no cimo do qual se encontra o Sítio da Nazaré. Parte integrante da vila, ao Sítio deve-se chegar no ex-libris da terra, o Ascensor, que proporciona uma vista memorável dos horizontes da praia. Lá no alto do Sítio, do Miradouro do Suberco, o olhar perde-se num dos mais belos panoramas marítimos do país. Aqui, lenda e religiosidade encontram-se no culto de Nossa Senhora da Nazaré.

A Pederneira, núcleo primitivo da comunidade piscatória, é a guardiã tranquila das memórias de outras eras. Outrora porto de mar dos Coutos de Alcobaça e activo estaleiro naval, hoje contempla o desenvolvimento da praia que se estende a seus pés.

O Porto de Pesca e Recreio, a sul da praia, faz a síntese da história da vila, onde passado e presente se aliam para melhorar o futuro dos nazarenos.

Percorrer as ruas estreitas, perpendiculares ao mar, onde a vida transcorre ao ritmo de ventos e marés, é descobrir a essência destas gentes. Expansivas e alegres, escondem tristezas num sorriso aberto, falam a cantar e encantam pelo seu modo de ser e de vestir.

Envolta em cheiros de sal e maresia, a Nazaré convida os seus visitantes a degustarem umas belas sardinhas assadas ou uma suculenta caldeirada, entre outras iguarias típicas da beira-mar.

Vibrante, desportiva, animada, para férias, lazer ou passeio, a Nazaré dispõe de todos os encantos para o fazer regressar.
Entre nas ondas da nossa praia…
_

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.